O que é bom e ruim em beber café?

Para obter essa bebida estimulante e deliciosa, você deve torrar e moer os frutos da cafezeira ou planta de café, um arbusto tropical. Aproveite a bela sensação de beber café!

O café é uma dessas bebidas especiais que não só pode ser combinada com qualquer refeição do dia, como também pode ser usada para iniciar conversas ou beber por simples hábito.

No entanto, há muitas dúvidas se é um alimento que pode ser ou não consumido em grande quantidade.

Isso ocorre porque, apesar de ter muitos benefícios, também pode ser prejudicial para a saúde.

Por esta razão, se você quiser conhecer os prós e contras de beber café, neste artigo, vamos explicar isso em detalhes. Não perca!

Café e analgésicos
Não deve combinar café com remédios
Uma das ocasiões em que beber café é bom para a nossa saúde é quando combinada com analgésicos.

Ao tomar analgésicos junto com esta bebida, pode aumentar seus efeitos até 40%, acelerando também a resposta do medicamento à pessoa que o usa.

Café e dores de cabeça
Consumir esta bebida deliciosa de forma constante e prolongada em grandes quantidades pode gerar e aumentar os ciclos de dores de cabeça e enxaquecas para as pessoas que o consumem.

Sugerimos que você leia:
Causas das enxaquecas que você não conhecia

Efeitos que ele tem para o colesterol
O café pode aumentar significativamente o nível de colesterol em nosso corpo se ele não for filtrado da maneira correta durante a preparação.

Ele deve ser passado através de filtros, para que eles absorvam o cafestol e o kahaweol que o compõem. Estas são as moléculas que aumentam os níveis de colesterol no sangue.

Leia Também:  Evite o gengibre se tem um desses problemas

Café como um anticancerígeno
Mulher bebendo café
Seu consumo frequente pode ajudar a reduzir significativamente o risco de sofrer de diferentes tipos de câncer, especialmente:

Boca
Faringe
Próstata
Mama
Hepático
Esôfago
No entanto, as causas para essa redução do risco ainda não foram descobertas, portanto não pode ser sustentada com certeza.

Café e produção de úlceras
Beber café em excesso pode afetar drasticamente a saúde gastrointestinal, causando úlceras e irritações dentro e fora do intestino e do estômago.


Além disso, também pode produzir mudanças no humor das pessoas, tais como:

Irritação
Ansiedade
Depressão
Euforia
Todos esses estados são prejudiciais aos órgãos do sistema digestivo.

Os riscos na gravidez
O excesso de cafeína em mulheres grávidas não pode apenas alterar seus níveis hormonais, mas também colocar sua gravidez em risco, causando abortos espontâneos.

Prevenção de diabetes
Mulher com uma xícara de café na mesa
O café é uma bebida rica em magnésio e cromo. Estes são capazes de estimular o uso de insulina pelo organismo, uma substância responsável pela regulação do açúcar no sangue, prevenindo a diabetes do tipo 2.

Café e Alzheimer
Tem sido provado que as pessoas que consomem esta bebida regularmente tendem a ter 60% menos probabilidade de desenvolver doenças ou transtornos mentais, como demência ou doença de Alzheimer.

Também recomendamos ler:
Aprenda a reconhecer os 10 principais sintomas da doença de Alzheimer

Funções na digestão
Os componentes químicos e alimentares do café podem ativar as contrações peristálticas, funcionando como laxantes naturais e ativando processos gastrointestinais.

Assim, algumas pessoas podem apresentar:

Dispepsia
Cólicas
Diarreia
Vômitos
Náuseas
Úlceras gástricas
Alucinações
Beber café pode provocar alucinações
Consumir entre 5 a 7 xícaras desta bebida por dia a longo prazo pode gerar alucinações para pessoas que a consumem, tais como:

Leia Também:  Melhores bases: conheça as mais indicadas para cada tipo de pele

Visuais
Auditivas
Presenciais
Alguns fatos sobre o café
É a segunda bebida mais consumida em todo o mundo, logo após a água.
Pelo menos quatrocentos bilhões de xícaras de café são consumidas por ano.
Os países onde o café é mais consumido são a Finlândia, Noruega, Suécia e Holanda, com mais de 8 kg por pessoa por ano.
Na Espanha, pelo menos 4,5 quilos por pessoa são consumidos anualmente, tornando-se o 19º país mais consumidor de café do mundo.
Pelo menos 63% das pessoas com mais de 15 anos geralmente bebem café diariamente.

Comentários no Facebook