Jiló ajuda a perder peso e faz bem para o coração! Aprenda a consumi-lo:

Apesar de seu gosto amargo, o jiló possui baixo valor calórico e é excelente para nosso sistema digestivo, além de ajudar a diminuir o colesterol ruim, combater o mau hálito, prevenir a pressão arterial e eliminar as substâncias tóxicas do corpo.

Ele pertence à mesma família do pimentão e da berinjela, vegetais que possuem uma grande quantidade de água em sua composição, o que o torna também um ótimo aliado contra a perda de peso.

Previne e combate a retenção de líquidos e ainda é capaz de aumentar a sensação de saciedade.

Por possuir um alto teor de fibras e uma baixa quantidade de gorduras, a ingestão do jiló ajuda na prevenção de problemas de saúde como o câncer de cólon e a prisão de ventre.

Pessoas que sofrem com a diabetes podem encontrar no jiló um poderoso aliado, já que o fruto tem o poder de controlar a absorção de glicose e de evitar picos e quedas bruscas nas taxas de açúcar do sangue.

Benefícios para a saúde
1. Ajuda a perder peso
Se você está querendo perder peso, então pode incluir o jiló em sua dieta. Seu teor calórico é muito baixo: 8 calorias por unidade.

Por conter poucas calorias, é um excelente acompanhamento no preparo de dietas. Cerca de 90% da planta é composto por água e fibras, assim, ajuda no processo digestivo ao mesmo tempo em que contribui para saciar a fome.

2. Melhora a visão
Uma das maiores beneficiadas pelo jiló é a nossa visão. A ingestão do fruto ajuda a diminuir a pressão ocular em pessoas que sofrem com glaucoma.

Além disso, os nutrientes presentes preservam a visão, mantendo os olhos jovens por mais tempo, ajudando a prevenir o aparecimento de doenças como hipermetropia, miopia e outros.

Leia Também:  Alimentos para deixar de fumar

3. Promove a saúde bucal
O seu sabor amargo, na verdade, é um benefício. Ele estimula a salivação, que, por sua vez, promove uma ação bactericida, ajudando a higienizar a boca e deixar os dentes livres de bactérias.

Pelos mesmos motivos, ajuda também a melhorar o hálito.

4. Faz bem para o coração
Por ser rico em vitamina B1, o jiló é essencial para manter a saúde do coração. Sem contar que ele também é composto por potássio, que ajuda a regular a pressão sanguínea e a função cardíaca.

Por ser uma fonte de flavonoides, o jiló protege os vasos, impedindo o acúmulo de colesterol na corrente sanguínea e a formação de placas de gordura nas paredes das veias e artérias.

5. Auxilia no combate à anemia
Para quem sofre de anemia por deficiência de ferro no organismo, o jiló é a melhor indicação para incluir em sua alimentação, já que o fruto é rico neste mineral.


É rico em vitamina C, que ajuda na absorção do mineral, potencializando sua ação e fazendo com que a cura da anemia ocorra mais rapidamente.

Propriedades nutricionais

Com somente 40 calorias em 100 gramas, o jiló é daqueles alimentos que você pode consumir à vontade e sem culpa.

Além disso, contém várias vitaminas, entre elas a A, a C e algumas do complexo B. Contém ainda cálcio, magnésio, ferro e fósforo, muito importantes na luta de quem tem colesterol alto.

É também antioxidante e é rico em fibras. Possui também carboidratos, gorduras e proteínas.

Como consumir
Para tentar contornar o sabor amargo do fruto seguem alguns truques podem ajudar a consumi-lo com mais prazer.

Triture o fruto e transforme-o numa farinha. Assim poderá incluir a farinha de jiló em outros alimentos, como sucos ou iogurtes. Use duas colheres de sopa da farinha, uma ou duas vezes por semana.

Leia Também:  Como 1 colher de chá de sementes de chia diariamente pode ajudar você a melhorar seu intestino, cérebro e coração!

Se quiser, pode também fazer um refogado, para ganhar algum gosto do azeite ou manteiga. É claro que é o próprio amargor característico que estimula as glândulas que segregam a saliva, que é um processo muito necessário.

Fica uma delícia também se preparado em um cozido, ensopado de frango ou boi e até mesmo – pasme – cru, em rodelas bem finas, com limão e sal.

Veja também: Receitas de suco de jiló

Contraindicações e cuidados
O jiló é colhido quando ainda está verde, mas se amadurecer, ganha uma tonalidade avermelhada. Quando maduro, as sementes endurecem e já não deve ser consumido.

Não deve ser consumido por quem sofre com excesso de ferro no organismo, dada sua elevada taxa e fatores de absorção.

O jiló deve ser comprado de fornecedores de procedência, de preferência orgânicos, pois estarão livres de agrotóxicos, tão presentes em produtos desse tipo.

Você deve lavar bem antes de guardar e não consumir se ele já estiver totalmente vermelho.

Receita de chá de jiló
O chá de jiló é bom para reduzir o colesterol e emagrecer, tem um sabor um pouco amargo, mas que pode ser amenizado se misturado com outros sabores.

Aliado ao abacaxi, o chá de jiló possui também as vitaminas A, B e C, bem como o cálcio e magnésio.

Ingredientes

Jiló: 9 unidades pequenas;
Abacaxi: cascas de 1 unidade;
Água: 1 litro.

Modo de preparo

Lave bem a casca do abacaxi e pique;
Corte o jiló em cruz;
Coloque todos os ingredientes em uma panela e deixe ferver;
Assim que levantar fervura, deixe 5 minutos e desligue;
Espere amornar e coe;
Pode consumir gelado ou morno, preferencialmente sem adoçar.

Comentários no Facebook